O que o Facebook quer com uma empresa de óculos de realidade virtual?

oculus-vr-facebookO Facebook surpreendeu o mundo, mais uma vez, ao adquirir por 2 bilhões de dólares a fabricante de óculos de realidade virtual Oculus VR, uma das maiores apostas do universo de games. Desse montante, 400 milhões de dólares foram pagos à vista e o restante, 1,6 bilhão, transformado em 23 milhões de ações do Facebook. A negociação, concretizada pouco mais de um mês depois do anúncio da compra do app de mensagens instantâneas WhatsApp, poderia demonstrar certo interesse da maior rede social do planeta no mercado dos jogos. Engano. Ao arrematar a startup, a companhia reforça sua estratégia: independente do canal, o negócio de Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, é a comunicação.

Continuar lendo

Paper é nova estratégia do Facebook para cativar usuários

Paper-aplicativo-Facebook-leitura-noticiasNa semana passada, quando completou uma década de vida, o Facebook apresentou aos mais de 1,2 bilhão de usuários o aplicativo Paper, novo projeto da companhia dedicado à área móvel. Disponível apenas a usuários de dispositivos da Apple com uma conta vinculada ao território americano, o app reúne atualizações de usuários e notícias mais relevantes escolhidas a partir de uma combinação de algoritmos e edição humana – sim, é um trabalho conjunto de editores e robôs. Trata-se do melhor recurso já desenvolvido pela empresa para os dispositivos móveis e uma evidente estratégia de Mark Zuckerberg para estimular os usuários a ficar nas páginas da rede social.

Continuar lendo

Google+ em 2014: é vai ou racha

GOOGLE CALMA A LOS INVERSORES CON UN INCREMENTO DE BENEFICIOS DEL 26 POR CIENO ano de 2014 será decisivo para o Google+, um dos mais ambiciosos projetos desenvolvidos pelo gigante de buscas. Por um lado, há um cenário favorável. O arquirrival Facebook dá sinais de cansaço (ou melhor, os usuários jovens da maior rede social do mundo emitem tais sinais…), alvejado por novos concorrentes, como os aplicativos WhatsApp e Snapchat. O outro lado, contudo, mostra que a rede do Google tem muito o que fazer. A caminho dos três anos de vida, ele já possui meio bilhão de cadastrados (metade do Facebook), mas essa gente pouco visita a plataforma. A saída pode ser induzir os adeptos de outros serviços do Google a usar a rede social. É vai ou racha.

Continuar lendo

Instagram Direct expõe estratégia do Facebook para segurar jovens

[cmsgallery id=”facebook-2012″]

Nesta quinta-feira, o Instagram anunciou o lançamento do Instagram Direct, recurso que permite enviar mensagens de texto – sempre relacionadas a fotos e vídeos – em modo privado para grupos de até 15 pessoas. Já disponível para os sistemas operacionais iOS, da Apple, e Android, do Google (ainda não há previsão de lançamento para Windows Phone), a funcionalidade faz parte de uma ação estratégica traçada pela nave-mãe do Instagram, o Facebook, para enfrentar a fadiga de alguns usuários, principalmente os adolescentes, com seu ambiente. Com o Direct, o gigante das redes sociais procura o antídoto para seu rejuvenescimento. Atrair os jovens, contudo, não é tarefa fácil.

Continuar lendo

Facebook sabe quais são as chances de um namoro acabar

mulher-internet-laptop-quarto-cama-01-original

Fotos e frases apaixonadas no Facebook parecem indicar que tudo vai bem em uma relação. Mas, garante um estudo, a tecnologia é a chave para identificar, por meio da rede social, as chances reais de um namoro ter sucesso – ou fracassar. Jon Kleinberg, cientista de computação da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, e Lars Backstrom, engenheiro do Facebook, revelaram ter criado um algoritmo capaz de identificar quando um relacionamento terá fim.

Continuar lendo

Twitter, Facebook e Google travam a #batalha das hashtags

Na semana passada, o Google comemorou 15 anos lançando uma série de atualizações do produto que o fez gigante: seu motor de buscas. Entre as novidades, uma foi revelada discretamente, por meio de seu engenheiro de software Zaheed Sabur na rede Google+: a possibilidade de realizar pesquisas usando hashtags, recurso símbolo do Twitter que permite acompanhar um assunto em tempo real na web, bastando para isso acrescentar o símbolo # ao termo que se quer buscar. O acréscimo da funcionalidade ao buscador mostra a força de um recurso que, há cinco anos, era mais conhecido como um símbolo usado em partituras musicais. Era a faísca que faltava para iniciar uma nova batalha digital.

Continuar lendo

Hackaton, opção alternativa para garantir vaga no Facebook

Paul Tarjan (último à dir.), engenheiro do Facebook, e os quatro vencedores do Hack

O Hackaton, espécie de Olimpíada de conhecimento digital em que participantes são desafiados a desenvolver soluções para problemas em toda a web, faz parte do DNA do Facebook. É também um ótimo momento para recrutar e lapidar talentos – prática já exercida na companhia criada por Mark Zuckerberg. Criado em 2005 – quando a empresa tinha apenas um ano de vida –, o evento já foi realizado dezenas de vezes e em diversos cantos do planeta. No Brasil, cerca de 80 estudantes de três universidades do país – Universidade de São Paulo (USP), Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – tiveram essa chance neste final de semana. Continuar lendo

Com ‘Home’, Facebook quer virar o telefone do século XXI

[cmsgallery id=”lancamentos-do-facebook-2013″]

Quando o escocês Alexander Graham Bell desenvolveu em 1879 a primeira plataforma tecnológica capaz de transportar o som da voz humana a partir de impulsos elétricos, o então presidente americano Rutherford Birchard Hayes (1877-1881) questionou: “É uma invenção incrível, mas quem vai querer usá-la?” A máquina, que ficaria conhecida como telefone, foi uma sensação imediata e revolucionou o mundo da comunicação. Quase 140 anos depois, a pergunta voltou a ser aplicada a outra ferramenta de comunicação, o Facebook, assim que a companhia apresentou o Home, recurso que permite interação com amigos da rede social a partir de um único clique na tela principal do smartphone. “O Home parece interessante, mas quem vai querer usá-lo?”, questionam usuários da rede social. A resposta virá assim que milhões de cadastrados passarem a usar o recurso. Mas uma coisa está clara: ligar o Facebook ao telefone não é de maneira alguma uma ideia absurda.

Continuar lendo

Com novo feed de notícias, Facebook estimula ‘vício’ na rede

Recentemente, o Facebook anunciou mais uma grande atualização em seu serviço – a segunda em menos de três meses. Trata-se da nova versão do feed de notícias, área responsável por mostrar aos usuários conteúdos publicados por amigos e também páginas das quais o cadastrado é fã. Julie Zhio, designer da empresa, resumiu perfeitamente o produto em entrevista ao site de VEJA. “Esse novo visual ajuda o usuário a manter o foco”, afirmou. De fato. Ao apresentar essa funcionalidade, o Facebook cumpre um objetivo valioso nos próximos meses: manter o usuário ainda mais dependente da rede social.

Continuar lendo

Facebook é a nova Babel?

Em toda a Terra, havia somente uma língua, e empregavam-se as mesmas palavras.
Gênesis 11:1-9:1

Há 200 mil anos atrás nossos antepassados começaram a desenvolver uma inovadora habilidade que o fizeram prevalecer sobre os neanderthais. Não foram as machadinhas de pedra ou outra rudimentar arma pré-histórica que deram ao humano evoluído um diferencial nas guerras tribais, mas sim o poder da cooperação e organização social trazido pelo advento da linguagem.

Continuar lendo