Com Instagram, Facebook agrega inteligência para o ‘mundo móvel’

Nesta segunda-feira, o Facebook deu mais um passo que mostra que o serviço quer ser mais do que uma rede social. Por 1 bilhão de dólares, o serviço de Mark Zuckerberg arrematou o Instagram, aplicativo para as plataformas móveis iOS e Android que personaliza fotos. Já fiz um longo comentário em meu blog no site de VEJA, que revela dois objetivos que não merecem ser desprezados: a empresa agrega uma inteligência móvel imprescindível na batalha virtual contra o Google, além de incentivar engajamento à rede social, uma vez que os usuários do Instagram são fiéis ao serviço. A negociação, contudo, também levanta questões no mínimo auspiciosas.

Continuar lendo

Um hub móvel de Copa do Mundo

Copa do Mundo, aplicativo de iPod/iPhone da FingerTips

Confesso que, nos últimos meses, o que mais fiz em um iPod Touch foi consumir aplicativos e visualizá-los para buscar a compreensão de como um usuário da plataforma absorve diferentes informações. Aos poucos, fico com a sensação que um site noticioso, produto obrigatório em plataforma móvel, será sinônimo de programa (software). Sai de cena o fim para tornar-se um meio – customizável e que atenda demandas específicas de cada usuário.

E foi neste princípio que encontrei um serviço relevante no campo profissional e, ao mesmo tempo, útil e com  bom caráter de prestação de serviço. O aplicativo Copa do Mundo, desenvolvido pela FingerTips, busca a ideia de tornar-se um centralizador de informações do principal evento esportivo do mundo.

Enquanto o país não tem um recurso oficial de transmissão por plataforma móvel, como a BBC fez recentemente, Copa do Mundo tem aquele espírito de hub – tabelas interativas com a possibilidade de simular resultados, informações das sedes e estádios, história dos jogadores e seleções, além do principal – um alerta para possíveis atualizações, característica que, às vezes, soa como spam em alguns programas. Em Copa do Mundo, é possível ligar um alerta caso queira receber atualizações.

Posts relacionados
Quando mobilidade não é sinônimo de celular

Um rival à altura do ex-Summize [hoje TwitterSearch]

O Twitter confirmou, há poucas semanas, a importância de terceiros na construção de um microblogging mais completo [o que ainda pode acontecer]. Em uma dessas, milhares de programadores criaram diversos aplicativos próximos ao serviço de mensagens com até 140 caracteres.

Um bom exemplo desta sexta-feira é o Twitscoop, um aplicativo bem interessante e à altura do Summize, hoje TwitterSearch.

O serviço mostra as tags mais comentadas do microblogging, nomes de usuários do sistema, além de uma boa tag cloud que é atualizada diariamente.

Twitscoop é daqueles ambientes virtuais “não-burocráticos”, com uma interface simples e objetiva. Possui até um gráfico mostrando estatísticas de postagens individuais de cada usuário e pode ser determinado pelas últimas seis horas, um ou três dias.

Leia mais:
A importância de “terceiros” no Twitter
Um gerador de tráfego no Twitter
As mensagens de erro do Twitter
Uma [outra] nova maneira de usar o Twitter
Mapeamento climático colaborativo no Twitter
Um modelo de negócio no Twitter
Qual é o propósito [jornalístico] do Twitter?
Twiddict
O Twitter caiu?
Um badge do Twitter para o blog
A nova casa do Twitter
Serviço agrega temas populares do Twitter
Twubble amplia o círculo de amizades no Twitter