Google+ se descola do Diaspora

Dias após o Facebook anunciar a compra, por 1 bilhão de dólares, do híbrido de aplicativo e rede social Instagram, o rival Google+ tratou de apresentar a seus usuários a nova interface do serviço. É a primeira grande reforma visual desde seu lançamento, em junho de 2011, de um produto que recebe cada vez mais atenção dentro da gigante de buscas. Trata-se, sobretudo, de uma aposta correta ao escolher um visual que se adapta facilmente em navegadores de dispositivos móveis com telas sensíveis ao toque.

Continuar lendo

Novo Google+ mira dispositivos móveis com telas sensíveis ao toque

Dois dias depois do Facebook anunciar a compra, por 1 bilhão de dólares, do híbrido de aplicativo e rede social Instagram, o rival Google+ tratou de apresentar a seus usuários a nova interface do serviço. É a primeira grande reforma visual desde seu lançamento, em junho de 2011, de um produto que recebe cada vez mais atenção dentro da gigante de buscas. A aposta visual do Google+ é correta, pois o novo leiaute se adapta facilmente a dispositivos móveis com telas sensíveis ao toque.

Continuar lendo

Com Instagram, Facebook agrega inteligência para o ‘mundo móvel’

Nesta segunda-feira, o Facebook deu mais um passo que mostra que o serviço quer ser mais do que uma rede social. Por 1 bilhão de dólares, o serviço de Mark Zuckerberg arrematou o Instagram, aplicativo para as plataformas móveis iOS e Android que personaliza fotos. Já fiz um longo comentário em meu blog no site de VEJA, que revela dois objetivos que não merecem ser desprezados: a empresa agrega uma inteligência móvel imprescindível na batalha virtual contra o Google, além de incentivar engajamento à rede social, uma vez que os usuários do Instagram são fiéis ao serviço. A negociação, contudo, também levanta questões no mínimo auspiciosas.

Continuar lendo

Por que o Facebook estuda aprimorar seu sistema de buscas

Na última semana, a versão digital da publicação americana The Business Week revelou que o Facebook planeja aprimorar seu mecanismo de buscas. O objetivo é estimular os mais de 845 milhões de cadastrados a pesquisar com maior eficiência atualizações de amigos, fotos e vídeos – hoje, uma tarefa nada fácil de realizar na rede social.

Continuar lendo

Por que o Facebook quer ser rei também nas buscas

Na última semana, a versão digital da publicação americana The Business Week revelou que o Facebook planeja aprimorar seu mecanismo de buscas. O objetivo é estimular os mais de 845 milhões de cadastrados a pesquisar com maior eficiência atualizações de amigos, fotos e vídeos – hoje, uma tarefa nada fácil de realizar na rede social.

Continuar lendo

Nicholas Carr, um escritor contra a internet e as redes sociais

Em geral, o surgimento de uma tecnologia provoca também o aparecimento de grupos antagônicos, que em relação a ela se dividem em entusiastas e céticos. Foi assim com o rádio e com a TV. O mesmo aconteceu com a internet e, em tempos mais recentes, com as redes sociais. O escritor Nicholas Carr é um dos líderes dos céticos. Aos 53 anos, o americano, mestre em literatura pela Universidade de Harvard, afirma que as características mais brilhantes da internet podem cegar (no sentido figurado, é claro) seus usuários. Segundo ele, a miríade de conteúdos oferecidos na web termina por minar o poder do usuário de se concentrar em qualquer um deles. O saldo, portanto, é zero, na visão de Carr. As ideias foram parar em um livro, A Geração Superficial – O que a Internet Está Fazendo com os Nossos Cérebros (Agir, 384 páginas, 49,90 reais), que combina análise da tecnologia com descobertas da neurociência. O livro foi malhado no exterior, mas a discussão suscitada pelo autor merece lugar. Na entrevista ao site de VEJA reproduzida a seguir, o autor reconhece os benefícios provenientes da web, mas volta a atacar: diz que o Google é motor da desconcentração na web “O negócio deles é vender distração” e promete manter-se como um dos poucos americanos a ficar fora das redes sociais: “Não pretendo reativar meus perfis no Twitter e Facebook.” Confira.

Continuar lendo

O Google derrubou o muro que separa idiomas

O sonho concebido por Douglas Adams no livro O Guia dos Mochileiros das Galáxias já foi concretizado pelo Google. Desde meados de 2011, a gigante de buscas oferece um intérprete virtual para smartphones com o nada singelo objetivo de diminuir barreiras linguísticas. Recentemente, o português entrou para a lista de 24 idiomas que possuem o recurso. Na entrevista a seguir, Hugo Barra, diretor de engenharia do Android, fala sobre o assunto e também sobre mudanças no sistema operacional da empresa para aparelhos móveis.

Continuar lendo

Facebook exibirá imagens em alta definição. Bom para o usuário

O Facebook revelou nesta quinta-feira mais uma mudança no seu sistema de apresentação de fotos. A partir de agora, as imagens podem ser exibidas com resolução quatro vezes superior (acima, a nova apresentação e, no detalhe, a antiga). É um investimento da rede para fidelizar a clientela.

Continuar lendo

Nova interface de fotos do Facebook é cópia fiel do Google+

Nesta semana, dias após comemorar seu oitavo aniversário, o Facebook apresentou a nova interface para exibição de fotos. O recurso facilita a vida do usuário, permitindo avançar ou retroceder em um álbum utilizando apenas as teclas direcionais do teclado. A novidade… bem não se trata exatamente de uma novidade: o recurso é uma reprodução fiel do formato apresentado antes pelo rival Google+.

Continuar lendo

Por que ficar atento aos novos termos de uso do Google

Na semana passada, o Google anunciou uma importante mudança em sua política de privacidade. Ao unificar os termos de serviço de produtos, mais de 60 conjuntos de regras serão substituídos por um único texto. Segundo o gigante de buscas, o novo termo de uso, disponível oficialmente a partir de 1º de março, busca facilitar a experiência do usuário na rede. Por trás da simplificação adotada pela empresa, há uma estratégia de monetização, que deixa claro que o conteúdo produzido pelo usuário é valiosíssimo para o Google e para empresas que anunciam em seus serviços.

Continuar lendo