Google+ incorpora recurso ‘Comunidades’, do Orkut, e app rival do Instagram

O Google revelou nesta quinta-feira duas informações estratégicas relativas a sua rede social, o Google+. A primeira é que o site alcançou a marca de 500 milhões de cadastrados, com mais de 235 milhões de usuários ativos. A segunda envolve dois novos recursos: o serviço Comunidades, um dos ingredientes que fez do Orkut um gigante no setor, e a integração com o Snapseed, aplicativo de personalização de imagens (similar ao Instagram), recentemente adquirido. As duas informações sugerem que o Google+ se fortalece para a inevitável batalha com o Facebook.

Continuar lendo

Um em cada quatro minutos dos brasileiros na web é dedicado ao Facebook

[cmsgallery id=”facebook-2012″]

Desde que destronou o Orkut no Brasil, em dezembro de 2011, o Facebook vem se mostrando pródigo em produzir números impressionantes. Hoje, são mais de 60 milhões de cadastrados na rede social no país, o que faz do Brasil o segundo mercado mundial da rede social – a liderança permanece com os Estados Unidos, com 168 milhões. Uma pesquisa feita em parceria entre o Facebook e a empresa de medição comScore obtida com exclusividade pelo site de VEJA mostra que um quarto do tempo que os brasileiros gastavam na internet em agosto era dedicado à rede social.

Continuar lendo

Como o Google+ atraiu 65 mi de visitantes em prazo recorde

É cedo para saber se o Google+ vai ombrear com seu maior oponente, o Facebook. Mas a rede social do gigante de buscas atingiu uma marca nada desprezível: aos cinco meses de vida, atraiu, em novembro, 65 milhões de visitantes únicos. É um feito quando se compara o resultado aos históricos de outros atores do segmento, como Twitter, LinkedIn e o próprio Facebook. A comparação foi obtida com exclusividade por VEJA.com junto à empresa de métricas Comscore. Saiba mais:

Continuar lendo

Usuários do Facebook enfrentam problemas para acessar rede

ATUALIZADO: o Facebook funciona normalmente desde o fim da tarde desta quinta-feira.

Pela segunda vez em menos de oito meses, o pesadelo de Mark Zuckerberg se tornou realidade novamente nesta quinta-feira: o site do Facebook enfrenta problemas técnicos – uma raridade nos sete anos de vida do serviço. Usuários brasileiros reclamam, desde a madrugada, de dificuldades para acessar perfis pessoais e, principalmente, postar conteúdos.

Continuar lendo

Facebook perde usuários nos EUA, mas dispara no Brasil

O Facebook é pródigo em números impressionantes. São mais de 600 milhões de cadastrados e cerca de 680 milhões de visitantes únicos por mês. Nesta segunda-feira, contudo, surgiu uma informação curiosa acerca da rede social de Mark Zuckerberg. Segundo levantamento realizado pelo Inside Facebook – blog que não possui laços oficiais com a rede –, pela primeira vez, o site registrou uma redução no número de visitantes nos Estados Unidos e no Canadá.

O site teria perdido seis milhões de visitantes (cadastrados ou não) entre os americanos, caindo de 155 milhões para 149 milhões entre a primeira semana de maio e a primeira de junho. No Canadá, a sangria foi de 1,5 milhão de visitantes.

Simultaneamente, o Facebook cresce em outras nações – com destaque para o Brasil, mais uma vez. O país registrou 19 milhões de visitantes na primeira semana de junho, crescimento de 10% em relação ao mês anterior. Depois, aparecem México (7,6%), Tailândia (7,1%), Índia (6,7%) e Colômbia (6,4%). Confira o infográfico abaixo.

Alguns analistas apostam que a explicação dos fenômenos é simples: a rede social já atingiu seu limite nos mercados desenvolvidos, onde suas operações são mais antigas, e avança rapidamente entre aqueles em desenvolvimento, desbravados depois. Há quem diga ainda que o retrocesso nos EUA e no Canadá reflete as questões enfrentadas pelo Facebook sobre privacidade.

Reforça essa tese parte dos comentários publicados no CNET (em inglês), importante site americano focado em tecnologia. Os usuários dizem que, de fato, deixaram a rede devido às repentinas mudanças nas configurações pessoais.

Confira os países que registraram o maior avanço do Facebook em junho:[HTML1]

Orkut quer conter Facebook: oferece novo visual a usuários

Desde a noite da última quinta, o Orkut já começa a disponibilizar o novo visual, prometido pela rede social há um mês, aos mais de 50 milhões de brasileiros cadastrados na plataforma. Na ocasião, o objetivo da rede social de propriedade do Google é claro: conter o avanço feroz do Facebook, maior site do gênero do planeta.

Nos últimos meses, os adversários travam uma batalha inusitada: a de copiar um ao outro. Assim, Orkut e Facebook emulam modelos que, em algum momento, tiveram êxito e caíram no gosto dos usuários do oponente. Foi assim com o recente lançamento da ferramenta de grupos do Facebook; foi assim também com a valorização dos “aplicativos sociais”, como Colheita Feliz, no site do Google.

A nova interface (imagem acima) promove a ampliação da foto do perfil do usuário, destaca às atualizações produzidas em todo o site, além de reformular todo o menu – todas as características, no mínimo, semelhantes às apresentadas no Facebook. Por ora, a repaginada do site será gradual – e sem a necessidade de convite, a exemplo de sua última grande reformulação.

Seu perfil já foi atualizado? Você aprova as mudanças apresentadas?

Leia também
Como o Orkut pode se manter na frente do Facebook

A nova arma do Facebook para atrair usuários do Orkut

Há alguns meses, Orkut e Facebook travam um duelo nada silencioso pela preferência dos brasileiros nas redes sociais. O primeiro ainda reina no segmento, com mais de 29 milhões de visitantes únicos no mês de agosto, segundo estudo da Comscore. No entanto, tem visto o seu maior concorrente avançar de forma eficiente. De olho no confronto para atrair mais adeptos, a rede social de Mark Zuckerberg apresenta aos mais de 500 milhões de cadastrados no mundo sua nova arma: o recurso para encontrar amigos do Orkut no Facebook.

Para acessá-lo, o cadastrado deve ir na opção Localização de amigos (imagem acima), que permite importar contatos de vários outros serviços, como Gmail, Yahoo e Windows Live Messenger (MSN). Clique na seção Orkut e preencha o e-mail correspondente ao login na rede social do Google.

Ao vincular os dois perfis nas plataformas sociais, os adeptos serão capazes de compartilhar informações, vídeos e fotos com todos os seus amigos.

Essa é a segunda tentativa do Facebook de atrair adeptos do rival. Em setembro de 2009, dias após a vinda de Zuckerberg ao país, os brasileiros podiam visualizar uma mensagem inusitada (abaixo) ao acessar a página inicial do site: “Encontre seus amigos do Orkut no Facebook!”. Na época, o interessado deveria clicar no link disponível, que permitia receber orientações para importar contatos do Orkut.

Estratégia feita em 2009 já buscava atrair usuários do Orkut

Leia também
‘Mark Zuckerberg é o novo Bill Gates’

Foto: Fbouly.

Por um Facebook com mais usuários do Orkut

Há alguns meses, Orkut e Facebook travam um duelo nada silencioso – e esperado – pela preferência dos brasileiros nas redes sociais. O primeiro ainda reina no segmento, com mais de 29 milhões de visitantes únicos no mês de agosto, segundo recente estudo da Comscore. No entanto, tem visto o seu maior concorrente avançar de forma eficiente. O mais novo recente episódio da batalha estava previsto para ser lançado na última sexta-feira. De olho no confronto para atrair mais adeptos ao serviço, a rede social de Mark Zuckeberg apresentará aos mais de 500 milhões de cadastrados sua nova arma – a possibilidade de encontrar seus amigos do Orkut no Facebook.

O recurso, ainda não disponível, será a nova isca para conquistar novos adeptos. O Brasil é um dos poucos países em que ainda não há supremacia do Facebook.

Ao vincular os dois perfis nas plataformas sociais, os adeptos serão capazes de compartilhar informações, vídeos e fotos com todos os seus amigos. No caso, a opção irá aparecer na página principal do perfil do cadastrado.

Essa é a segunda tentativa do Facebook em atrair adeptos da rede social de maior popularidade no Brasil. Em setembro de 2009 – dias após a vinda de Mark Zuckerberg ao Brasil – brasileiros visualizavam uma mensagem inusitada (imagem acima) ao acessar o serviço: “Encontre seus amigos do Orkut no Facebook!“. Na época, o interessado deveria clicar no link que estava disponível, que permitia receber orientações para importar contatos do Orkut.