Quando os encurtadores de URL deixam a web mais lenta

Ranking dos encurtadores de link mais eficientes

Interessante e, de certo ponto, coerente o estudo feito pela empresa de monitoramento web WatchMouse. A compania fez uma análise durante um mês com 14 encurtadores de link para avaliar a eficácia e relevância do serviço, cada vez mais usado em tempos de mensagens de até 140 caracteres. O Migre.me, popular no Brasil, não entrou na lista.

Entre os dias 14 de fevereiro e 16 de março, 12 dos 14 sites que diminuem o endereço (URL) apresentaram problemas de lentidão – atraso de mais de meio segundo para abrir uma página de web (em média, a marca de redirecionamento deve levar 350 milisegundos). Apenas goo.gl e youtu.be garantiram um desempenho satisfatório.

Surpreendente foi o péssimo resultado do fb.me, encurtador de link do Facebook. Criado em dezembro de 2009, o serviço apresentou a pior performance, acompanhado por tr.im.